Tendências e projeções para o mercado de IoT e M2M até 2020

Este webinar está disponível on-demand

Com um total de 11,6 milhões de acessos em abril 2016, Brasil é o principal mercado de comunicação “máquina a máquina” (M2M) da América Latina. Apesar de não ser o mais avançado, comparado com outros países em que o serviço é mais recente, Brasil conta com um grande potencial de crescimento

Frost & Sullivan prevê que o mercado brasileiro de M2M dobrará de tamanho até 2020, com o aparecimento de novas aplicações e, sobretudo, com o desenvolvimento da Internet da Coisas (IoT), para o que a conectividade móvel demonstrará ser uma tecnologia decisiva.

Atualmente, apesar de alcançar 4,5% do total de usuários móveis no pais, M2M representa menos de 1% da receita dos operadores móveis.

Este webinar apresentará o estado atual dos projetos de IoT e do mercado de M2M móvel no Brasil e na região, bem como as futuras tendências e oportunidades até 2020.

COM O APOIO DO

frost-300x150
Georgia
Apresentado por
Georgia Jordan é Analista de Indústria da área de Transformação Digital da Frost & Sullivan na América Latina, cobrindo os mercados de serviços móveis, Machine-to-Machine (M2M) e Internet das Coisas. Conta com mais de 6 anos de experiência cobrindo o setor de Telecom, tanto como analista, realizando estudos e projetos de consultoria sobre os mercados de serviços de telecomunicações residenciais e empresariais, soluções por vertical, M2M e SVAs, além de participar de eventos na região como palestrante, moderadora e painelista, e contribuir com artigos e comentários sobre a indústria para a imprensa latino-americana e internacional. Georgia Jordan é formada em Jornalismo e atualmente cursa Pós-Graduação em Economia Urbana e Gestão Pública, ambas pela Pontifícia Universidade Católica de São Paulo.

10 Comentários

  1. As aplicacoes para IoT são infinitas, sem dúvida.
    Pergunta, vc entende que o investimento das operadoras para prover esta conectividade conseguer fechar um business plan sustentável? o Volume de informação é muito pesado em um ambiente de rede com as dificuldades atuais (capacidade).

    • Georgia

      Obrigada pela pergunta Eduardo.

      O que vemos atualmente é que a maioria das aplicações que vêm surgindo no âmbito do M2M e IoT não demandam grande capacidade rede, uma vez que tratam principalmente de aplicações que automatizam o envio de dados de sensores e medidores. (Uma exceção neste caso seriam as aplicações que usam imagens ou vídeo de alta resolução.) Portanto, ainda há grande potencial de exploração das redes de comunicação legadas para este tipo de serviço. Por outro lado, o crescimento exponencial no volume de dados gerados por essas novas aplicações aumentam a demanda por capacidade de processamento e soluções de Big Data Analytics, então as operadoras certamente terão que investir nessas soluções para tirar vantagem do potencial do mercado de IoT.

  2. Qual a demanda de profissionais para o mercado M2M

  3. Obrigado. Informações relevantes e importantes para a montagem de uma estratégia. Parabens Georgia e Paulo. Queirolo

  4. Obrigado pela sua apresentação! Esta área é fundamental. Abraços, José Luiz Alves

  5. Muito boa apresentação. Parabéns Giorgia pelo bom panorama e grato Paulo pela seleção do tema.

    Gostei muito do slide 21 😉 Podemos detalhar mais algumas infos sobre quais são as plataformas das 4 top disponíveis até o fim de 2016? quais os modelos de negócio e aceitação do mercado em relação ao custo destas plataformas?

    ps. Acredito que no slide 19 houve uma pequena troca entre Vivo e TIM.

    Abraço! Luciano

  6. Muita boa apresetação e tema selecionado! Parabéns Geórgia e Paulo.

    Sendo o tema muito discutido atualmente, ficam as dúvidas quanto às reais (e próximas) aceitações de serviços a serem ofertados e se serão viáveis economicamente.

    É possível disponibilizar a apresentação em formato PDF?

    Abraços e obrigado!
    Ricardo

  7. Prezados, é possível disponibilizar o conteúdo em formato PDF?
    Grato,
    Ricardo

  8. Seria muito interessante criar o costume de dizer o número do slide enquanto realiza a explicação, ajuda no acompanhamento.

    No mais parabéns pelo conteúdo, muito interessante.

    Atenciosamente,
    Glauco Leme

Faça uma pergunta

Senha perdida

Por favor, digite seu nome de usuário ou endereço de e-mail. Você receberá um link para criar uma nova senha por email.