Network Slicing Summit 2017 – Sesiones

NETWORK SLICING SUMMIT 2017

SESSÕES ON DEMAND

Joe-Barrett-200x200

Joe Barrett

Presidente GSA

O caminho tecnológico de LTE a 5G

Network Slicing é provavelmente um dos atributos mais importantes da futura rede 5G, por suas implicações e seu impacto, não apenas como uma rede se oferece ao mercado, senão pela mudança do modelo de negócios das operadoras. Nesta primeira apresentação do Network Slicing Summit 2017, Joe Barret, Presidente da GSA, mostra o panorama atual de LTE como ante-sala da chegada do 5G. GSA vem, há 20 anos, monitorando o setor móvel das telecomunicações e seus relatórios ajudam ao setor a estar em dia com o progresso das diferentes tecnologias.

Para entender o 5G e suas implicações não podemos perder de vista a LTE e sua evolução no mercado. Acesse esta sessão inicial do evento Network Slicing Summit 2017 para entender onde estamos e para onde nos dirigimos.

Bio-Volker-Held-200x200

Volker Held

Gerente de Desenvolvimento de Mercado 5G em Nokia

Network Slicing: o que tem a oferecer

5G suportará uma revolução, quase um processo de transformação que permitirá às operadoras realizar uma “magia” com suas redes e serviços. O motivo pelo qual as operadoras querem “fatiar” suas redes, fundamenta-se na capacidade que elas ganharão, para obter novos negócios. Essas fatias de rede permitirão às operadoras satisfazer as necessidades específicas de cada vertical e dentro de cada vertical de cada empresa. Com base em seu modelo de negócios, as operadoras terão mais ou menos “fatias” ativas e criadas para satisfazer as demandas de seus clientes.

Sem Network Slicing, o 5G não poderá oferecer seu verdadeiro potencial já que será um elemento fundamental que ajudará às próprias indústrias a desenvolver sua própria revolução digital (Industria 4.0).

Acesse esse webinar para entender as implicações de negócio do network Slicing e os benefícios que trará às operadoras e ao desenvolvimento do 5G.

Headshot Daisy Zhu

Daisy Zhu

5G CMO em Huawei

5G: o caminho para um melhor mundo conectado com Network Slicing

O 5G se apresenta com uma importante série de atributos como maiores velocidades de transmissão, menor latência, maior confiabilidade e possibilidade de conexão simultânea à rede de uma maior quantidade de dispositivos. Além disso, possibilitara às operadoras a opção de lançar novos serviços além de voz e acesso à banda larga, se bem que este último será inicialmente o principal negócio das operadoras.

Network Slicing emerge no Release 16, disponível em 2019, permitindo às operadoras criar uma rede nativa na nuvem. Sua flexibilidade permitirá  oferecer serviços especializados, especialmente aos verticais. Sem dúvida, é importante mencionar que as operadoras deverão criar a demanda e mostrar a esses verticais, a importância do 5G e Network Slicing para suas operações graças a novos serviços baseados em realidade virtual e realidade aumentada, entre outros.

Esta sessão oferecerá uma visão sobre o que é Network Slicing, a definição da Huawei desta nova arquitetura, casos de uso e serviços e as iniciativas em andamento para começar a educar aos verticais sobre a importância do 5G.

Captura-de-pantalla-2017-11-28-a-las-21.40.35-200x200

David Aders

Gerente Geral, Desenvolvimento e Inovação, Engenharia de Rede Wireless, Telstra

Telstra: Network Slicing – uma forma de segmentar a rede para cada grupo de usuários

Telstra vem, há algum tempo, testando tecnologias pré-5G e dentre elas a avaliação de Network Slicing; cuja definição para a operadora é desenvolver a arquitetura de rede sob medida para cada segmento de usuários ou clientes. Network Slicing é para a operadora um dos componentes chave do 5G e por isso, seu desenvolvimento se mostra importante, sem perder de vista que 5G continuará sendo uma forma de melhorar a experiência da banda larga móvel. Além do desenvolvimento de IoT, 5G e Network Slicing devem ser ferramentas para criar novos negócios baseados em comunicações confiáveis e de muito baixa latência.

Não perca essa apresentação de Telstra, uma das operadoras mais avançadas do mundo no desenvolvimento de tecnologias pré-5G e saiba como Network Slicing pode mudar o modelo de negócios das operadoras móveis no futuro, não, sem antes, entender os benefícios e desafios de sua implantação.

Michele-Zarri-Technical-Director-1

Michele Zarri

Diretor Técnico GSMA

GSMA: Visão geral de Network Slicing desde a tecnologia até a regulação

Network Slicing é um conceito que ainda está se definindo no setor de telecomunicações visando o que pode chegar a ser implantado com 5G e em operadoras já maduras em suas implantações de SDN e NFV.

GSMA conta com um grupo de trabalho dedicado a explorar todos os aspectos dessa nova arquitetura, como são os componentes tecnológicos que as formarão, seu formato e seu impacto na regulação e modelo de negócio das operadoras

Junte-se a nós nessa apresentação, se você quer ter uma visão geral sobre Network Slicing e os trabalhos que estão sendo realizados dentro da GSMA para ajudar o setor a definir um marco, padrões e tecnologias comuns, que permitam uma implantação eficiente e escalável; e, sobretudo disponível entre as operadoras.

TetsuyaNakamura-copia-200x200

Tetsuya Nakamura

Vice Presidente, ETSI ISG NFV

Network Slicing: contextual, dependente de serviço e ponta a ponta

ETSI NFV está trabalhando para criar marco e padrões relacionados com NFV. Um dos componentes que se encontra nesse marco de trabalho é o relacionado com Network Slicing, uma das capacidades mais interessantes que 5G poderá oferecer às operadoras de telecomunicações Em seus trabalhos, ETSI tenta identificar os casos de uso do Network Slicing e como esses casos se encaixam com o trabalho que vem sendo feito com respeito a NFV e, assim, poder adequar NFV para que possa sustentar a capacidade de rede necessária.

Esta apresentação mostrará os avanços alcançados por ETSI, tanto em NFV quanto em sua relação com a incorporação de Network Slicing.
wilson cardoso

Wilson Cardoso

Chefe de Soluções para América Latina, Nokia

Network Slicing não é só para 5G

Para IEEE, o potencial de Network Slicing não se obtém somente com 5G, mas também seria possível no 4G. Isto se deve ao fato de que Network Slicing é possível graças a introdução de SDN e NFV nas redes de telecomunicações móveis. IEEE contempla a opção de se utilizar Network Slicing em redes 4G através do “Evolved Packet Core” (EPC), para poder oferecer vários serviços a diferentes verticais.

Esta apresentação mostrará a visão do IEEE sobre Network Slicing, que além de ser um dos futuros pilares do 5G, pode também, ser uma ferramenta para que as operadoras possam oferecer novos serviços através do 4G. Tudo dependerá da maturidade das implantações de NFV e SDN nas redes das operadoras.

default_avatar-2

Adrian Neal

Project Lead E2E Architecture, NGMN & Vodafone

Network Slicing: 5G marco arquitetonico ponta a ponta

São muitos os organismos que estão colaborando no desenvolvimento do 5G e seus diferentes componentes, sendo um deles o Network Slicing. Pudemos ver, em outras apresentações que Network Slicing seria possível no 4G, dependendo da maturidade de SDN e NFV nas redes das operadoras, mas chegará a sua completa maturidade com o 5G.

Por isso, NGMN está desenvolvendo várias iniciativas ao redor de Network Slicing como um sub-componente da arquitetura ponto-a-ponto do 5G e que está servindo como base da futura padronização de grupos como 3GPP.

Não perca essa apresentação para conhecer a visão de Network Slicing dentro do 5G da NGMN.

Peter-Jarich-2017c-copia-200x200

Peter Jarich

Analista Chefe, Consumer e Infraestrutura em Global Data

Network Slicing: inovação de tecnologia ou de negócios?

Network Slicing, como já vimos nas apresentações anteriores, está associado diretamente ao exito da futura rede 5G. o conceito está claro, Network Slicing permitirá às operadoras criar multiplas redes locais, sejam em forma de “templates” reutilizáveis ou projetadas sob medida para cada situação.

Em qualquer caso, a nova arquitetura será implementada para ajudar às operadoras a desenvolver novas oportunidades de negócios.

Esta apresentação repassa o conceito de Network Slicing e une tecnologia com modelo de negócios, pois, neste caso, ambos irão juntos. Network Slicing como tecnologia só poderá ser útil se proporcionar para as operadoras, novos negócios e novas fontes de receita.